Nova Sede da EDP em Lisboa em betão arquitectónico branco

Data: 2014 - 06

001edpO atelier Aires Mateus & Associados é o responsável pela arquitectura, e o gabinete AFAconsult tem a cargo a responsabilidade dos projectos das diversas especialidades.

Com conclusão prevista para o 3º trimestre de 2014, o novo edifício sede da EDP em Lisboa é constituído por duas torres de sete pisos de altura, que abraçam uma grande praça central. A estrutura em betão das duas torres, bem como dos pisos enterrados (seis), será em betão branco arquitectónico.

 

A praça central será parcialmente coberta e sombreada por vigas metálicas, revestidas com placas de betão branco reforçado com fibra de vidro (GRC).

Os pisos enterrados da nova Sede da EDP caracterizam-se pelo aspecto maciço, gerado pela utilização generalizada de betão armado branco, como elemento estrutural e de acabamento, nas paredes e pavimento.

Nos 7 pisos acima da praça, onde se reúnem os escritórios da nova Sede da EDP, a abordagem é contrastante, evidenciando-se a leveza e a transparência, através do vidro que reveste as fachadas, ritmadamente interrompido pelas lâminas estruturais verticais de diferentes espessuras, compostas de perfis metálicos revestidos a placas de betão branco reforçado com fibra de vidro (GRC).

A obra tem um custo previsto de 57 milhões de euros, terá 7 pisos acima do solo e seis em cave, com uma área total de 46.258 m2, dos quais 13.967 m2 destinados a escritórios, onde se concentrarão cerca de 750 trabalhadores. Este espaço contará ainda com 481 lugares de estacionamento, sendo 172 lugares de utilização pública. Na construção do edifício serão utilizados 26.000 m3 de betão branco arquitectónico, produzidos com cimento branco CEM II/B-L 32,5R (br) fabricado e fornecido pela Secil.

 

Registo Fotográfico

  • 001edp
  • 002edp
  • 003edp